O  F  I  C  I  N  A     V  I  R  T  U  A  L

A disciplina da felicidade

Saiba porque porque é importante motivar alunos para a aprendizagem através de técnicas específicas que definem hábitos e estimula a felicidade neste oficina virtual. 

Siga os caminhos do ensino, assista as videoaulas, leia os conteúdos e realize as atividades propostas através da metodologia web learning de ensino vertical.

AUTORIA

Marcelo Gato

Vivendo para mudar o mundo com Pessoas e Tecnologia - Business Operations Specialist

ADAPTAÇÃO INSTRUCIONAL

Cássia de Melo

Designer Instrucional e conteudista

APRESENTAÇÃO 

Olá! Seja bem-vindo à Oficina Disciplina da Felicidade.

A Disciplina da Felicidade vai te ensinar a criar hábitos para potencializar o seu trabalho, estudos e sua vida pessoal. 

Para isso, disponibilizaremos aqui algumas estratégias que vão tornar as suas aulas mais dinâmicas, participativas, atraentes e mais felizes.

Além disso, com as ferramentas aprendidas, você poderá desenvolver habilidades para formar alunos mais resilientes, focados, conscientes, saudáveis, gentis, educados e colaborativos. 

CLIQUE NOS MATERIAIS PARA BAIXAR 

Sem título-1.png

e-book

Canvas Job Crafting.pptx.png

Canvas Crafiting

planner.png

Happiness planner

Ao final desta oficina você estará pronto para:

  • Compreender o conceito da teoria da disciplina da felicidade;

  • Aplicar os hábitos da felicidade em sua rotina acadêmica e em sua vida;

  • Desenvolver novos modelos didáticos;

  • Incentivar e motivar seus alunos a desenvolverem aspectos positivos que levem a felicidade.

 

Primeiro vamos medir seu nível de felicidade!

Você já parou para pensar como anda a sua felicidade e a dos seus alunos?

E que tal testá-la?

Mas antes de começar é importante saber que o teste foi elaborado pelo Dr. Martin Seligman, Distinguished Professor of Psychology at the University of Pennsylvania e por isso, está em inglês, portanto solicite a tradução caso precise.

Guarde sua pontuação após o teste.

Volte a verificar seu nível de felicidade após desenvolver as práticas ensinadas na oficina.

Segundo o dicionário, felicidade é:

Sensação real de satisfação plena; estado de contentamento, de satisfação”, ainda “Condição da pessoa feliz, satisfeita, alegre, contente”. 

Diante destas definições podemos dizer que a felicidade está relacionada ao presente, isto é, ao “estar”. Pensando nisso, conseguimos entender, o motivo pelo qual muitas pessoas confundem o estar feliz, com o “status” de ser feliz.

A felicidade é um fator importante quando pensamos em desempenho, pois tanto você quanto seu aluno quando se sentem mais felizes, são também mais saudáveis, atenciosos, gentis, engajados e colaborativo. Ademais, a felicidade também reduz o estresse, preocupação com as notas, e faz com que as pessoas sintam menos solitárias.

Agora que você já sabe por que a felicidade é importante, veja quais os pilares da Disciplina da Felicidade:

  • Propósito;

  • Engajamento;

  • Resiliência;

  • Gentileza.

Mas quais hábitos associados a esses pilares podem aumentar a sua felicidade e de seus alunos? Como implementar esses hábitos? Nesta oficina, nos aprofundaremos nos hábitos de engajamento e gentileza.

Vamos lá?

icon_edited.png
icon_edited.png

MÓDULO I

Introdução à disciplina da felicidade

Olá aluno, nesse módulo, falaremos sobre como surgiu a Disciplina da Felicidade e quais são as suas principais lições. Vamos iniciar?

 

Quem é Tal Ben-Shahar?

Tal Ben-Shahar era um jovem estudante que havia acabado de entrar em uma das melhores universidades do mundo, e mesmo com muito estudo, dedicação, objetivo e foco, ele não se sentia feliz. Isso fez com que Tal Ben-Shahar iniciasse estudos na área da psicologia e filosofia.                                                                                                                               

Em seus estudos, descobriu que o nosso cérebro tem grande influência na interpretação de nossas conquistas, isto é, ele não entende um evento, um estado físico ou uma situação de forma isolada, para definir e estabelecer que nossa vida ficou melhor e então seremos mais felizes, ao contrário, ele compara cada situação, cada evento, cada conquista com outros semelhantes. 

A partir dessa descoberta, em 2008, Tal Ben-Shahar começou a ensinar técnicas na denominada Disciplina da Felicidade em Harvard.

Clique na lupa para saber +

Conheça o criador da disciplina da felicidade

Os benefícios da felicidade na educação

Há inúmeros benefícios para os alunos que exercitam os hábitos da Disciplina da Felicidade. Individualmente, podemos dizer que hábitos como gratidão, gentileza, praticar atividades físicas e fortalecer amizades transformam a vida dos alunos, fazendo com
que eles se tornem pessoas mais gentis, amáveis e saudáveis.


Coletivamente, os hábitos podem ser incentivados através dos relacionamentos. O aluno com sentimento de pertencimento, é mais resiliente diante das dificuldades, tende a ser mais motivado e mais focado em aprender.
O aumento do bem estar e da felicidade faz com que o aluno seja mais presente e mais participativo durante as aulas, pois o olhar positivo transforma o aluno, fazendo com que ele aprenda a lidar melhor com os erros e as  adversidades.


A Disciplina da Felicidade tem como objetivo fazer com que a aprendizagem seja mais harmônica, mais dinâmica, mais colaborativa e mais gentil.

Clique na lupa para saber +

O que  o hambúrguer tem a ver com a felicidade

icon_edited.png
icon_edited.png

MÓDULO II

Aumentando o engajamento

Olá aluno, nesse módulo, falaremos como o engajamento pode aumentar o nível de felicidade nos estudos, propiciando maior aprendizado e colaboração. Vamos lá?

 

Vamos falar sobre Job Crafiting

Um aluno engajado, consegue facilmente ter autonomia para realizar suas tarefas, pois ele sabe o que precisa ser feito e como fazer.

E o Job Crafting pode ser o  processo que vai permitir a autonomia e desenvolvimento dos alunos, pois, através de ações proativas estimula o planejamento de atividades, horários de execução e maneira de realizar  tarefas, de forma  engajada, concentrada e motivada. 

Segundo Rita Pimenta de Devotto, Job Crafting é um processo de ações que s adéqua aos valores e desejos do indivíduo e por isso possui papel importante na construção de hábitos para a felicidade.

Canvas Job Crafting.pptx.png

Download do canva para Job Crafting

O Job Crafiting é composto por 3 tipos de estratégias

TASK CRAFTING

transformam a rigidez e as regras de como realizar as coisas em uma maneira mais humana e atrativa

RELATIONAL CRAFTING

Engloba as mudanças nas relações de estudos e de trabalho, tanto na sua
natureza, quanto na suas relações com os outros

COGNITIVE CRAFTING

Reconstruir a maneira de encarar emocionalmente as atividades transformando-as em oportunidades

>> Como aplicar o Job Crafiting na prática

Incentivar a reconstrução de uma rotina de estudos com base no task crafting, fazendo com que os alunos tenham a oportunidade de reformularem seus horários de


estudo, planejar quanto tempo utilizarão para fazer trabalho e discussões em grupo e como adaptarão às suas rotinas, é uma das estratégias que irá gerar maior engajamento.


Além disso, você pode estimular o cognitive crafting, com apresentações diferentes sobre determinados temas, isto é, incentive os alunos a buscarem maneiras  mais atraentes de aprendizado para que este se torne prazeroso. Que tal pensar em metodologias ativas? Este é um conteúdo para um outro curso, mas fica a dica!


E por fim, o relational crafting, pode ser incentivado através de atividades em grupos e propor maneiras de organização entre eles.

Você já ouviu falar em flow?

Flow é a denominação para aquele estado de concentração e imersão das pessoas em uma tarefa a ponto da perda da noção do tempo e até de suas necessidades fisiológicas, como fome e sono.
Este estado aumenta o engajamento em uma atividade pois evita as distrações e potencializa a dedicação dos esforços em uma causa com muito mais foco.

icon_edited.png
icon_edited.png

MÓDULO III

Gentileza e hábitos interpessoais

Olá aluno, neste módulo, falaremos sobre as diversas formas de gentileza como atos que aumentam a felicidade em um grupo, proporcionando maior impacto e alcance. Vamos lá?

 

Você sabe o que são conexões sociais?

As conexões sociais mostram como você está conectado aos outros, isto é, como anda suas relações interpessoais.
A manutenção de conexões sociais na escola é um fator chave para o aumento da felicidade nos estudos.


Quanto mais forte forem as conexões sociais, maior será a felicidade porque são permitidos e proporcionados atos de gentileza mútuos.

Estudos de neurociência mostraram que quando uma pessoa é gentil com outra, um sinal de prazer é enviado ao cérebro semelhante à quando a pessoa aprecia um chocolate ou ganha um prêmio. Estudos similares foram feitos com doações para instituições de caridade e o mesmo prazer foi observado.

Conecte-se!

O espaço físico também proporciona as conexões sociais e os atos de gentileza entre as pessoas de uma comunidade.
Espaços desenhados para encontros e a troca de experiências é chave para a conectividade.


Steve Jobs desenhou um dos prédios da Apple de forma a proporcionar encontros casuais entre pessoas de diversos departamentos como forma de florescer a
criatividade.


A lição que fica é que para se estabelecer novas conexões é necessário o movimento e o encontro das pessoas, e a maneira como o espaço físico é organizado faz muita diferença quando se quer ampliar estas conexões, principalmente entre
alunos.

O incentivo e o desenvolvimento dos atos de gentileza entre os alunos e professores, aumentará a cooperação e a formação de indivíduos mais socialmente envolvidos. Também potencializará o amor como sentimento predominante e com isso os alunos formarão mais amizades, se sentirão mais confiantes, respeitados e as aulas serão um ambiente seguro para o aprendizado.

Mantenha a felicidade ativa

Ainda podemos aplicar diversas atividades e desenvolver hábitos relacionados ao Propósito e a Resiliência. Essas estratégias completariam o ciclo da felicidade, desde
a descoberta única de valores individuais, passando pela motivação e força na manutenção de suas missões até a atitude de viver de forma mais colaborativa e em comunidade, aumentando seu nível de FELICIDADE.


Lembre-se, a felicidade é uma prática contínua, por isso é importante que você mantenha os hábitos aprendidos na oficina.


Pensando nisso, retorne ao início da Oficina e realize o teste de medição da felicidade novamente e veja se você pode perceber alguma mudança.

Chegamos ao final dessa oficina, nela você aprendeu:

● O conceito da teoria da disciplina da felicidade;
● Hábitos da felicidade que podem transformar a sua vida e a vida de seus alunos
● Quais atividades você pode utilizar no seu dia a dia para incentivar e motivar seus alunos a desenvolverem aspectos positivos que levem a felicidade.

Receba o certificado de participação desta oficina

Responda a atividade proposta abaixo e conclua sua participação na oficina

1. Agora que você compreende que estimular bons hábitos pode lhe auxiliar no desenvolvimento da felicidade, e, consequentemente, da aprendizagem,  de que forma  irá aplicar as estratégias da oficina em sua vida e na de seus alunos? Compartilhe!

 

AUTORIA

Marcelo Gato

Profissional de Tecnologia a mais de 25 anos. Estudante, curioso é propagador da Ciência da Felicidade. É assim que vou mudar o mundo! 

  • LinkedIn - Black Circle
  • Instagram