Buscar

Educação alimentar passará a fazer parte do currículo escolar.


Não é de hoje que a importância em saber comer de forma correta é debatida nas escolas, e agora, essa discussão faz parte da realidade escolar.

A educação alimentar e nutricional passará a integrar os currículos das escolas públicas e privadas de todo o país. Foi publicado no Diário Oficial nos últimos dias a determinação para que as escolas se adequem e incorporem o ensino alimentar em suas grades curriculares.

Imagem Freepik

A lei determina que o tema seja tratado de forma transfersal, e deve ser abordado nos ensinos médio e fundamental de igual forma. por se tratar de uma debate de transversalidade, esse assunto não é avaliativo, e nenhum aluno será reprovado caso petisque um bombom.

O projeto é de autoria do deputado Lobbe Neto do PSDB - SP, e aprenseta como justificativa do texto proposto o combate da obesidade infantil, além de garantir que as crianças recebam informações saudáveis acerca dos tipos de alimentos a serem consumidos,

Sem dúvida um excelente projeto, que pode influenciar cantinas de escolas a ofertarem opções mais saudáveis para os alunos, além de permitir aos pequenos, realizarem rápidas vistorias nos refeitórios das instituições. De olho na comida!

#Escola

2 visualizações

Receba  informações sobre aulas e conteúdos por e-mail

  • Grey Facebook Ícone
  • Grey Instagram Ícone
  • Grey Pinterest Ícone
  • Ícone cinza LinkedIn