Buscar

Educação Midiática: uma aliada na sala de aula

Você já ouviu falar sobre a Educação Midiática? Sabe como ela pode ser uma aliada para os educadores em sala de aula? Neste artigo iremos abordar sobre isto! Então fique conosco até o final e você saberá os benefícios da inclusão da Educação Midiática em sua prática pedagógica, como obter mais informações e buscar por recursos, planos de aula e muito conteúdo!





Já é sabido que estamos vivendo em uma era de abundância de informações, são tantas informações e hiperlinks disponíveis por todos os lados e formatos, tais como: vídeo, imagem, pdf, tirinhas, sátiras, animações, redes sociais, jornais, portais de informações, e por aí vai…


Em uma reportagem do site Nova Escola sobre o “Guia de Letramento Midiático: como identificar e combater desinformação”, a matéria aborda que, de acordo com a Pesquisa Brasileira de Mídia 2016, “14% da população brasileira confia nas notícias que circulam nas redes sociais. Quando se trata das notícias que se encontram em sites da internet, o número sobe para 20%. Pelo menos 62% confiam de vez em quando (mesmo que poucas vezes) ao se deparar com informações provindas da rede como verdade”.


Pensando nesses números, como se deve selecionar o veículo certo para buscar informações, ou checar as informações que são repassadas ou encaminhadas por meio das redes sociais indiscriminadamente, sem ser testada a veracidade dessas informações?


Há um tempo, ouvi a expressão que “antigamente, a instituição de ensino era considerada água no deserto. E que, atualmente, a instituição de ensino oferece água em meio ao dilúvio”.


A educação midiática pode ser entendida como um processo de ensino e aprendizagem que atua sobre a mídia englobando a aplicação do senso crítico. Trabalhar com a Educação Midiática é estimular o senso crítico das crianças e jovens para que eles consigam estabelecer correlações, avaliar informações, compreender o cerne da mídia e por fim realizar uma reflexão sobre a ação ou mesmo a atitude daquele que produziu o conteúdo ao seu público ou nicho. Um fato importante é que os conceitos da Educação Midiática estão presentes na Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e integram o desenvolvimento do aluno em toda essa transformação digital.


Além disso, os pilares da Educação Midiática constam na Base Nacional Comum Curricular-BNCC, compondo algumas das dez competências gerais para a educação básica, sendo fundamental na era digital em que estamos vivendo na contemporaneidade.


A Educação Midiática é importante para as escolas, uma vez que estamos vivendo na era da informação, o acesso à informação triplicou nas últimas décadas e o volume de conteúdo produzido e consumido é gigantesco.


Dessa forma, o acesso ao conhecimento se expandiu e junto com ele os limites da sala de aula, pois os estudantes não dependem exclusivamente da escola ou das aulas para terem acesso ao conhecimento, portanto, os educadores podem, por meio da educação midiática, ressignificar as várias maneiras de acesso ao conhecimento advindo da era digital.


Um exemplo de projeto que trata do assunto, é o projeto Ler e Pensar (LeP), que aborda como “um indivíduo educado midiaticamente é capaz de usufruir de todas as possibilidades do ambiente digital. Encontrar o que realmente busca na internet, consumir informações de forma crítica e não ser enganado por ‘fake news’ e outras armadilhas virtuais fazem parte das habilidades que a educação midiática desenvolve”.


Portanto, a Educação Midiática consiste em instrumentalizar educadores para que eles possam incluir uma camada da educação midiática em suas práticas escolares, para que os professores possam planejar suas aulas explorando as habilidades da mandala midiática para acessar, analisar criar e participar, de forma crítica, em todas as áreas midiáticas em qualquer formato.


Para a Escola de Inteligência, projeto que busca desenvolver a educação socioemocional no ambiente escolar, a Educação Midiática compreende um conjunto de competências que podem ser desenvolvidas pelos sujeitos “para que sejam capazes de ler informações de forma reflexiva, produzir conteúdos com responsabilidade e, por consequência, participar ativamente da sociedade”.

Se você ficou curioso por saber mais e entender como incluir a camada midiática em seu planejamento pedagógico, o Instituto Palavra Aberta e o projeto Ler e Pensar (LeP) promovem cursos a distância gratuitos para educadores com o objetivo de disseminar a Educação Midiática.


No portal Educamídia você encontra muito conteúdo disponível, além de planos de aula, recursos, Guia da Educação Midiática (e-book) para que qualquer educador, independente do nível de atuação, possa se inspirar e incluir uma camada da Educação Midiática em sua prática pedagógica.


Deixo o convite para você se aprofundar no tema e se tornar um educador midiático!



REFERÊNCIAS:

https://educamidia.org.br/<acesso em 05/04/2021>

https://www.gazetadopovo.com.br/vozes/educacao-e-midia/afinal-o-que-e-educacao-midiatica/ <acesso em 05/04/2021>

http://escoladainteligencia.com.br/educacao-midiatica/ <acesso em 12/04/2021>

http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf <acesso em 12/04/2021>

https://novaescola.org.br/conteudo/12307/guia-de-letramento-midiatico-o-que-e-como-aplicar-e-identificar-desinformacao <acesso em 12/04/2021>



Wildma Mesquita Silva


Mestre em educação, atualmente atuo como pedagoga e design de aprendizagens no ensino superior. Profissional com sólida experiência em Gestão Educacional. Consultora Educacional. Design Instrucional.

www.linkedin.com/in/wildmamesquitasilva

201 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo