InstaLearning - Cursos montados para usuários do Instagram.

June 18, 2018

O alcance do ead realmente parece não ter limites. O que começou lá no curso por correspondência, ainda antes da virtualidade, pegou fogo depois que os recursos tecnológicos tiveram seu uso agregador na educação. As aplicação de cursos virtuais somente por meio de ambientes virtuais de aprendizagem, os tão conhecidos AVA, já estão ficando para trás.

 

São tantas as formas de acesso na internet que já não existem mais limites para que usuários busquem informações na rede: youtube, portais, marketplaces, redes sociais, aplicativos. Em todos os campos virtuais existentes, o maior capital investido é sempre a informação.

 

 

Imagem Freepik 

 

Quando aliamos esses novos modelos, que propagam informação, ao novo tipo de aluno, que busca conhecimento de forma autônoma, facilmente percebemos o leque de opções existententes para que cursos e treinamentos sejam aplicados, ao passo somente, da adequação do design instrucional.  

 

A produção de cursos ofertados por meio de redes sociais já vem se tornando “um querido” para o alcance de alunos, que sabemos bem, estão conectados nesses sites e acessam essas tecnologias diversas vezes ao dia, inclusive nos finais de semana e de madrugada. Portanto, a possibilidade de montar grupos de estudo no Facebook, por exemplo, para aplicá-los um curso desenhado nos moldes de uso dessa plataforma, é incrivelmente possível e acessível ao aluno, além de reduzir custos consideráveis, como, hospedagem ou capacitação no uso de ferramentas. Além do fato de que o facebook permite o upload de vídeos, documentos, imagens, áudio e diversos outros tipos de recursos já comumente utilizados nos desenhos instrucionais de cursos que agora são publicados em plataformas LMS - Learning Management System.

 

Mas se formos para as estâncias mais atuais no uso de ferramentas tecnológicas, mais precisamente seguindo o ritmo dos usuários, podemos dizer que o queridinho do momento é o Instagram, uma rede social conhecida por todos que utiliza o compartilhamento de imagens como forma de interação social. E essa rede que parece ser um grande desafio no desenho e aplicação de cursos, devida sua forma incrivelmente rápida de passar a informação, cerca de 3 segundos por imagem,  também possibilita a criação de cursos a distância! Acreditem!

 

Mas como isso? Eu explico!

O ideal é que você comece organizando a conta do Instagram, você pode para cada formação utilizar uma conta específica, ou definir em uma conta única e período de dias para aplicar o curso. Pense que quando se trata de aprendizagem mobile e rápida, tudo será pequeno, um curso de 30h jamais conseguirá manter alunos fielmente cursandos. Portanto, crie cursos que são praticamentes aulas avulsas, as carinhosamente chamados “InstaLearnings”.

 

As Instalearnings, devem ser aplicadas em um único dia de publicação. Há quem consiga estender o curso por mais dias,  mas fatores relacionados ao marketing digital e número de seguidores influenciam muito nessa questão.

 

A montagem da grade curricular deve possuir poucos itens, mas que contemplem uma trilha de aprendizagem organizada didaticamente. Essa grade curricular, deve circular junto com o curso, apresentando os itens estudados, dessa forma o aluno que chega vai sempre saber que existe um curso acontecendo e sobre qual será seu tema de estudos. Uma boa idéia é utilizar o recurso de postagens de várias imagens (mas não exagere na quantidade, o bom senso se faz necessário nessa hora), sendo a primeira imagem, com nome do curso e grade curricular ou objetivos de instrução simples, e as demais com o conteúdo desenvolvido.

 

Utilize conteúdos resumidos às informações principais do estudo, imagens atrativas que remetam à instrução e layouts organizados, adequados ao público alvo. Estimule os debates por meio dos posts de texto das imagens, publique informações que questionem e levem à reflexão, geralmente uma ou duas conforme perceber a audiência do debate. Todas essas questões são importantes na construção de um curso que alcance os objetivos de instrução e fidelize alunos para novos cursos.

 

Para a criação dos layouts, você pode utilizar um Canva, que trata-se de um serviço online que tem como objetivo ser uma ferramenta descomplicada para criação de peças de design, você não tem idéia como isso facilita a vida.

 

O importante mesmo é lembrar que quando se tratam de redes sociais, a insistências e a continuidade são primordiais na hora de conseguir engajamento. Insista na publicações, utilize hashtags, e publique, publique, publique!

 

Agora que você já sabe que é possível utilizar o Instagram como ferramenta de publicação de mobile learnings, que tal criar sua sala de aula e iniciar a projeção de seus cursos? Utilize os recursos a seu favor, defina seu público alvo e inicie sua produção. Aos poucos, você vai perceber o que engaja mais ou menos seguidores.  E lembre-se sempre, feito é melhor que perfeito, portanto não deixe que seu nível de exigência atrapalhe sua produção, mesmo porque, se for como dizem, é a prática que leva à perfeição!

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

A Transição da Educação e a Reinvenção da Prática em Sala de Aula

February 12, 2019

1/4
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Procurar por tags