Buscar

Educação 3.0: como começar?


Muito se fala sobre a educação 3.0 e as evoluções do processo ensino aprendizagem, assim como a implementação de “novos” recursos pedagógicos para enriquecer a transmissão dos saberes aos alunos. Mas… você sabe o que é a Educação 3.0?

Neste artigo, vamos falar sobre isso e colocar algumas dicas de como realmente aplicar, na prática, ações ligadas a tal Educação 3.0. Ter recursos tecnológicos e internet não garantem uma educação 3.0 e nem uma inovação na aula...

Do básico ao inovador

O uso de alguns recursos tecnológicos como jogos e simuladores imersivos, por exemplo, se tornaram nada mais que o nível básico de exigência em sala de aula, seja esta nas escolas/instituições de ensino ou no meio corporativo.

Isto é, simplesmente o computador e projetor se tornaram a substituição direta do uso da lousa de giz (ou caneta piloto). Porém, qual a diferença entre escrever na lousa toda e projetar um slide, se a aula continua utilizando o mesmo processo passivo de “empurrar goela abaixo” o conteúdo aos alunos?

A premissa básica da educação 3.0 é trazer as tecnologias para sala de aula, porém propondo uma conectividade entre professor/conteúdo/aluno, estimulando a produção do conhecimento e troca de experiências. Resumindo: não é o tipo de tecnologia colocada em sala de aula, mas sim como o uso desta tecnologia proporcionará diretamente a troca e a interatividade entre os alunos para buscar, por meios inovadores e modernos, responder os seus “porquês” quanto ao conteúdo exposto pelo professor.

Sendo assim, já é possível perceber que o uso da educação 3.0 não necessariamente fica restrito somente a graduação ou treinamentos corporativos, ou seja, crianças em fase de formação também podem aprender por meio da interatividade e consumo da tecnologia direcionada para a aprendizagem.

Tudo isso é lindo, mas

Como colocar em prática?

Ao perceber que uma sala de aula é dotada de todos esses recursos básicos para promover a interatividade, deve-se trabalhar com esses equipamentos como aliados e não como substitutos ou simplesmente “passadores” de tempo da aula. E, para isso, damos algumas dicas:

1. Utilize aplicativos ou softwares que facilitam a criação de quizzes ou jogos de pergunta e resposta sobre o conteúdo ou, se preferir, utilize esse serviço online, como por exemplo, o site goconqr. Este tipo de atividade vinculada à alguma premiação ou rankeamento permite que o aluno desenvolva mais suas habilidades técnicas sobre o conteúdo e desenvolva novas habilidades sutis, como por exemplo, resolução de problemas complexos, tomada de decisão, com trabalho em equipe e dinamismo.

2. Estimule o aluno a criar um diário virtual ou um jornal da disciplina com todo o conhecimento adquirido até o momento; para isso, é possível utilizar ferramentas gratuitas como o blogger ou o wix, e criar sites curtos que promovam ao aluno a pesquisa sobre o tema abordado, o desenvolvimento do conteúdo em formato de resumos, a prática de uma linguagem de fácil compreensão e a responsabilidade em manter esse diário sempre atualizado e compartilhado com os demais colegas.

3. Crie um canal no Youtube, em que os alunos possam apresentar experiências curtas realizadas na suas casas ou em seus quartos, estimulando-os a desenvoltura na fala, a criação de roteiros e a habilidades para se expressar.

4. Utilize sempre os momentos das aulas para estimular o compartilhamento de conhecimento dos alunos e suas experiências realizando estas atividades, que levarão o espaço da sala para dentro das próprias casas e proporcionarão momentos de estudo mais efetivos e prazerosos, já que não substituirão os livros, mas sim complementarão o seu uso.

E você? Já teve alguma experiência enquanto aluno ou professor sobre o uso desses recursos tecnológicos e de compartilhamento de informação na sua formação ou sala de aula? Se sim, compartilhe conosco por meio dos comentários.

E no próximo artigo traremos novas dicas sobre como utilizar a educação 3.0 e a tecnologia a favor do conhecimento em sala de aula. Até a próxima!

Adriana Maria Cláudio

Atuando com learning experience design

https://www.linkedin.com/in/adriana-maria-cl%C3%A1udio-58872059/

Allan Degásperi

Administrador, Mestre em Inovação e Professor Universitário

https://www.linkedin.com/in/allandegasperi/

#inovaçãoescolar #educaçãofuturo #educação40 #Metodologia #Aprendizagem

94 visualizações

Receba  informações sobre aulas e conteúdos por e-mail

  • Grey Facebook Ícone
  • Grey Instagram Ícone
  • Grey Pinterest Ícone
  • Ícone cinza LinkedIn